Ao som do shofar, instrumento musical usado na antiguidade em coroações, batalhas e ocasiões especiais da cultura judaica, Vinícius Rodrigues Simões, presidente estadual do Conselho Estadual da RCC do Rio de Janeiro iniciou a pregação questionando os participantes do evento, “Espiritualmente, vocês conseguem ouvir?”. Este jubileu tem um caráter de convocação a todos os servos do Senhor, o toque da trombeta anuncia o ano da reconciliação e da unidade, assim associou o pregador.

Vinícius explicou que durante esses 50 anos, a RCC viveu a chuva de outono, que alaga, encharca tudo, a fim de deixar o solo amolecido para fincar estacas duras no chão. Agora virá a chuva da primavera, chuva fina para amadurecer o fruto.

Agora, para o Jubileu de Ouro, temos uma chuva de santidade verdadeira, parresia, ânimo e entusiasmo, esse último que significa estar pleno de Deus. “Deus te trouxe aqui para mudar sua realidade, não pelo seu poder, mas pelo poder do Espírito Santo”, afirmou o pregador.

O pregador motivou as pessoas a abrirem-se ao Espírito Santo, pois dessa forma, mais Deus agirá nos Grupos de Oração, suscitando homens e mulheres plenificados do Espírito.

Antes, caminhávamos em direção ao Jubileu. “2017 chegou, que filho (a) de Deus eu pretendo apresentar ao Senhor no Jubileu de Ouro?” Assim, o pregador  questionou a todos os ouvintes.

O pregador fez um percurso nas últimas moções que o Senhor deu à família carismática durante esses anos. No ano de 2013 (Escuta Profética na Terra Santa), em 2014 (Encontro com o Papa Francisco no Ginásio Olímpico) e em 2016 (Direções ao Conselho Nacional). Em todas essas ocasiões, segundo o pregador, Deus revelou à RCC o que Ele quer para o Movimento: retorno a intimidade com Ele, conversão pessoal ao amor de Jesus, resgate da santidade, liderança intercessora, estado permanente de missão, pessoas construtores da unidade.

Ao final, o pregador convidou os participantes a declararem o ano da graça do Senhor na vida do Movimento, recordando a Palavra de Deus que diz: “Na qualidade de colaboradores seus, exortamo-vos a que não recebais a graça de Deus em vão. Pois ele diz: Eu te ouvi no tempo favorável e te ajudei no dia da salvação (Is 49,8). Agora é o tempo favorável, agora é o dia da salvação” (II Cor 6, 01-02).

___________________________________________________

CLIQUE AQUI e assistia na íntegra a pregação de Vinícius Simões.