Na tarde do último domingo, 1° de junho, o Papa Francisco participou da Conferência da Renovação Carismática Católica italiana, em Roma. O encontro contou com participantes provenientes de 37 nações, e o Papa Francisco incentivou a RCC a continuar sua missão no mundo: viver e partilhar com todos o Batismo no Espírito Santo.

Veja abaixo o discurso do Santo Padre, na íntegra:
Vocês, Renovação Carismática, receberam um grande dom do Senhor, nasceram do Espirito Santo como uma corrente de graça na Igreja e pela Igreja. O primeiro dom do Espirito Santo é o dom de si mesmo que é amor e nos faz enamorar de Jesus. Este amor muda a vida, por isso se diz nascer de novo na vida do Espírito, tinha dito Jesus a Nicodemos. Vocês receberam o dom da diversidade do Espirito que leva a harmonia do Espirito Santo a serviço da Igreja. Quando penso em vocês carismáticos, me vem a mesma imagem da Igreja, mas em um modo particular, penso numa grande orquestra onde um instrumento é diferente do outro e também as vozes são diferentes, mas tudo é necessário para a harmonia da música. Como numa orquestra, ninguém na Renovação pode pensar que é mais importante ou maior que o outro, porque quando isso acontece começa a peste. Nenhum pode dizer “eu sou o chefe”. Vocês, como toda a Igreja, tem apenas um chefe, apenas um senhor, o Senhor Jesus. Quem é o chefe da Renovação? O Senhor Jesus! Nenhum pode dizer Jesus é o Senhor sem o Espírito Santo.

A Renovação Carismática é uma grande força a serviço do anúncio do Evangelho na alegria do Espírito Santo. Vocês receberam o Espírito Santo que fez vocês descobrirem o amor de Deus por todos os seus filhos e o amor pela Palavra.Vocês, povo de Deus, povo da Renovação Carismática, estejam atentos a não perder a liberdade que o Espírito nos doou. O perigo para a Renovação é aquele da excessiva organização. Sim, precisam de organização, mas não percam a graça de deixar que Deus seja Deus. Todavia não tem maior liberdade que aquela de deixar-se guiar pelo Espírito, renunciando a calcular e controlar tudo e permitindo que Ele nos ilumine, guie, oriente e nos empurre onde Ele deseja. Ele sabe bem aquilo que necessitamos em cada época, em cada momento, isso se chama ser misteriosamente fecundo.

Um outro perigo é aquele de se tornar controlador da graça de Deus. Tantas vezes os responsáveis (a mim agrada mais a denominação “os servidores”), se tornam administradores da graça decidindo quem pode receber a oração de efusão, o Espírito e quem não pode. Se alguns fazem assim, peço que não façam mais. Vocês são distribuidores da graça de Deus, não controladores.

Nos documentos vocês têm um guia e percurso seguro (sendo assim indicou alguns), o primeiro é “Orientações teológicas e pastorais”, o outro é “Renovação Carismática e Ecumenismo”, ambos escritos pelo cardeal Suenens, grande protagonista do Concílio Vaticano II. O terceiro documento é “Renovação Carismática e serviço ao homem”, escrito pelo cardeal Suenens e Dom Hélder Câmara. Este é o vosso percurso: evangelização, ecumenismo espiritual, cura dos pobres e necessitados, acolhida dos marginalizados. Tudo isso sobre a base da adoração. O fundamento da Renovação é adorar a Deus.

Pediram-me para dizer a Renovação o que o Papa espera de vocês. A primeira coisa é a conversão ao amor de Jesus que muda a vida e faz do cristão uma testemunha do amor de Deus. A Igreja espera esse testemunho de vida cristã e o Espírito Santo nos ajuda a viver a coerência do Evangelho para nossa santidade. Espero de vocês que compartilhem com todos na Igreja a graça do batismo no Espírito Santo, expressão que se lê nos Atos dos Apóstolos. Espero de vocês uma evangelização com a Palavra de Deus que anuncia que Jesus está vivo e ama todos os homens. De dar testemunho do ecumenismo espiritual com todos aqueles irmãos e irmãs de outras igrejas e comunidades cristãs que crêem em Jesus, como Senhor e Salvador. De permanecer reunidos no amor que o Senhor Jesus pede a nós para todos os homens e na oração no Espírito Santo para chegar a esta unidade necessária para a evangelização no nome de Jesus. Lembrem que a Renovação Carismática é por seu próprio nascimento ecumênica. A Renovação Católica se alegra por aquilo que o Espirito Santo realiza nas outras igrejas. Aproximem-se dos pobres, dos necessitados, para tocar na carne deles, a carne ferida de Jesus, aproximem-se por favor. Busquem a unidade da Renovação, porque a unidade vem do Espírito Santo e nasce da unidade da Trindade. Fujam das lutas internas.

Irmãos e irmãs, lembrem-se: Adorem Deus o Senhor! Este é o fundamento, adorar. Busquem a santidade na nova vida do Espírito Santo. Sejam distribuidores da graça de Deus, evitem o perigo da organização excessiva, saiam nas estradas a evangelizar anunciando o Evangelho. Lembrem-se que a Igreja nasceu em saída, naquela manhã de Pentecostes. Deixem-se guiar pelo Espírito Santo com aquela liberdade e por favor: não engaiolem o Espírito.

Fonte: Aleteia