Mais de 200 seminaristas das dioceses de Campos, Petrópolis, Nova Friburgo, da Arquidiocese de Niterói e da Administração Apostólica São João Maria Vianney participaram de um encontro, no dia 20 de setembro, em Teresópolis (RJ). O encontro, realizado anualmente, é organizado pela Província Eclesiástica de Niterói com objetivo de promover a unidade e ser um momento de confraternização.

Na parte da manhã, na Paróquia Santo Antônio de Paquequer e a tarde, na Granja Comary. Os seminaristas e os bispos foram recepcionados pelo bispo de Petrópolis, dom Gregório Paixão, e pelo decano de Teresópolis e pároco em Paquequer, padre Jorge Luiz Pacheco de Medeiros. O bispo diocesano disse que a diocese é também a casa de todos os seminaristas e por isso deviam se sentir amados.

Dom Gregório Paixão considerou o encontro muito bom e importante, pois pela manhã os seminaristas tiveram um momento de formação com o arcebispo emérito de Niterói, dom Alano Maria Pena, que falou sobre a encíclica do Papa Francisco, Lumen Fidei. Em sua palestra, dom Alano incentivou os seminaristas a lerem os documentos da Igreja, assim como a encíclica, para que não se transforme em documentos para encher as bibliotecas particulares.

Os bispos das três dioceses, da arquidiocese e da Administração Apostólica participaram desde o inicio do encontro: Dom José Francisco Rezende Dias (Niterói), Dom Alano (arcebispo emérito), Dom Roberto Francisco Ferreira Paz (Campos), Dom Roberto Gomes Guimarães (bispo emérito), Dom Fernando Arêas Rifan (Administração Apostólica), e Dom Edney Gouvêa Mattoso (Nova Friburgo).

Na homilia da missa que encerrou o evento, dom Gregório Paixão encorajou os seminaristas a continuarem firmes da vocação que escolheram, lembrando que são muitos os convites para que abandonem e criticas a escolha que fizeram para suas vidas. O bispo destacou que a Igreja não quer que sejam pessoas diferentes do que são, mas que sejam homens de Deus, que atuem no meio do povo levando a presença de Cristo a todas as pessoas.