Queridos Intercessores

Louvado seja Deus por ter-nos unidos ao serviço de interceder pelos Seus filhos a fim de que alcancem a salvação de Jesus Cristo. Meu nome é Tania Nunes Simões, participo do Grupo de Oração Jesus Senhor na Arquidiocese do Rio de Janeiro. Durante os próximos dois anos estarei na Coordenação Estadual do Ministério de Intercessão para ouvir do Senhor sua vontade para este ministério e interceder por cada um de vocês.

Será que lembram de como são queridos e amados pelo Senhor? De que Ele está sempre atento as suas orações e necessidades? O Senhor deseja encontrá-los a cada dia em sua oração pessoal e a cada semana e seu serviço de intercessão para falar-lhe ao coração de maneira particular e revelar seus planos. Ele tem nos orientado em como seguir e o que fazer, por isso agradecemos o Joelson por sua disponibilidade e por seu empenho em fazer os intercessores do Rio de Janeiro crescerem na vontade do Senhor. Para este tempo o Senhor me chamou para estar junto de vocês. Vamos crescer juntos, orar juntos, trabalhar juntos para que o Reino de Deus se faça em nosso meio.

Para este ano de 2015 a palavra de ordem é AVANÇAR. “Prescindindo do passado e atirando-me ao que resta para a frente, persigo o alvo, rumo ao prêmio celeste, ao qual Deus nos chama, em Jesus Cristo. Nós, mais aperfeiçoados que somos, ponhamos nisto o nosso afeto; e se tendes outro sentir, sobre isto Deus vos há de esclarecer. Contudo, seja qual for o grau a que chegamos, o que importa é prosseguir decididamente” (Ef , 13b – 16). Eu te convido, para que comigo, possamos refletir em como estamos e como está nosso serviço, sabendo que Deus falou a nós no ENF 2015 que não haverão portas fechadas, pois Ele mesmo vai a nossa frente destruindo os obstáculos e dando-nos o que necessitamos para a realização da obra (cf Is 45, 1-5). Não há obstáculos para aquilo que Deus quer fazer através da intercessão em nossa vida, em nosso grupo de oração, em nosso ministério, em nossa diocese, em nosso movimento, em nossa Igreja.

            Mas, onde avançar?

1. Em nossa vida pessoal – vivência das práticas espirituais e moções anuais

2. Em nossa vida de serviço – nosso chamado e missão

3. Em nossa oração de sustento – Mobilização Nacional de Oração, Cruzada do Rosário e outras orações como o Cerco de Jericó, Vigílias e Jejum de Daniel

 

Agradeço a Deus pela vida de vocês e oro para que o Espírito Santo nos convença de que fazer a vontade de Deus através do Ministério de Intercessão é a nossa missão.

 

Tania Nunes Simões

Coordenação Estadual do Ministério de Intercessão

LEIA MAIS

CRUZADA DO ROSÁRIO

“É quando entendemos o poder de orar juntos, em unidade e buscando o Senhor em uma só mente e um só espírito, que os milagres acontecem” é o que nos diz Cyril John em seu livro Rezar erguendo mãos santas. Partindo do desejo de unir-nos em oração pelo Brasil, pela RCC, pelo Papa e pela Igreja do mundo, o Ministério de Intercessão Nacional vem nos convocar a iniciar uma cruzada de oração do Santo Rosário, conforme Nossa Senhora vem nos pedindo.

As cruzadas foram expedições de evangelização a fim de difundir o Evangelho pelo mundo. Porém muitos saiam em cruzada para cumprir uma promessa, pedir alguma graça ou fazer penitência. Nós, intercessores de todo o Brasil, entraremos nesta cruzada a fim de alcançar as graças e os milagres de Deus através da reza diária do Rosário. A cruzada acontecerá de fevereiro de 2015 a janeiro de 2016.

Como isso se dará?

Os Mistérios do Rosário foram distribuídos entre as regiões do Brasil e cada intercessor deverá rezar um Mistério todos os dias em sua casa ou na Igreja pelas intensões mencionadas acima (Brasil, RCC, Papa e Igreja).

Nós do Estado do Rio de Janeiro, a cada mês teremos um Mistério a rezar conforme tabela abaixo. O Mistério que nós rezarmos se juntará aos das outras regiões do Brasil completando o Rosário inteiro.

Mês/ Ano

Mistério
Fev/2015 Luminosos
Mar/2015 Gozosos
Abr/2015 Dolorosos
Mai/2015 Gloriosos
Jun/2015 Luminosos
Jul/2015 Gozosos
Ago/2015 Dolorosos
Set/2015 Gloriosos
Out/2015 Luminosos
Nov/2015 Gozosos
Dez/2015 Dolorosos
Jan/2016

Gloriosos

 

Unamo-nos em oração junto a Nossa Senhora!

LEIA MAIS

Rede de Intercessão Março/2015

Dúvidas frequentes sobre a atuação do Ministério de Intercessão

Neste mês vamos responder algumas perguntas que normalmente nos são formuladas pelos intercessores.
Pretendemos ajudar na elucidação destas dúvidas para que a intercessão realizada nos Grupos de Oração
aconteça de forma correta para que possamos atingir os objetivos do Ministério de Intercessão.

1. Como formar a equipe de intercessão?
Para que uma pessoa faça parte da equipe de intercessão deverá passar pelas seguintes fases:
a) Ter participado de um Seminário de Vida no Espírito Santo.
b) Participar do Grupo de Perseverança.
c) Ser convidada pela coordenação do Grupo de Oração para participar do Ministério de Intercessão.
d) Concluir as formações no Grupo de Perseverança.
e) Concluir a formação básica da RCC (Módulo Básico – antiga Escola Paulo Apóstolo).
f) Concluir a formação específica do Ministério de Intercessão.
g) Participar regularmente dos Sacramentos (Confissão e Eucaristia).
– O intercessor poderá participar das formações específicas do Ministério de Intercessão em paralelo com a
formação básica da RCC.
– Deve-se evitar convidar pessoas para o Ministério de Intercessão que não apresentem verdadeira aptidão
para ser um intercessor. Para isso, a coordenação do Grupo de Oração deve discernir juntamente com o futuro
intercessor se existe de fato elementos na vida desta pessoa que justifique este chamado.

2. Por que o local da intercessão deve ser exclusivo aos intercessores?
O local onde acontece a intercessão deve ser restrito aos intercessores para se garantir privacidade para a
equipe. Durante o período em que os intercessores estão intercedendo é importante que não haja dispersão a
fim de que os intercessores possam se concentrar na oração. Para isso é importante que o local da intercessão
(no Grupo de Oração ou nos eventos) seja escolhido com o critério de não haver circulação de pessoas ou
mesmo atendimento de pessoas para oração. Este local pode ser uma capela onde haja o sacrário ou, se esta
capela não oferecer a privacidade necessária, ou seja, for um local de frequente circulação de pessoas, outro
local deve ser utilizado na paróquia ou na casa de um dos intercessores. O Santíssimo Sacramento não precisa
necessariamente estar exposto durante a intercessão, porém é altamente recomendado que a intercessão
aconteça diante de um sacrário com a hóstia consagrada em seu interior. No entanto, como explicado acima,
deve-se obedecer ao critério do local oferecer privacidade, se não for possível, a intercessão poderá ser
realizada em outro local onde não haja sacrário, mas deve ser um local digno para se realizar a intercessão.

3. O intercessor deve interceder enquanto participa da Reunião de Oração de seu Grupo de Oração?
O Ministério de Intercessão é uma das equipes de serviço do Grupo de Oração, sendo assim, todos os que dela
fazem parte são participantes do mesmo Grupo de Oração onde fervorosamente louvam, vivem os carismas e
ouvem a Palavra proclamada. O Intercessor é um participante assíduo do seu Grupo de Oração! Durante a
Reunião de Oração, os intercessores estão dentro do grupo, participando e vivendo o Pentecostes. Todo servo
na RCC, em qualquer esfera, é antes de tudo um participante do Grupo de Oração. Todos os
ministérios/serviços nascem e são caracterizados pelo exercício continuado dos carismas no Grupo de Oração.
Portanto, todos devem participar permanentemente dele (cf. At 2,42-47). A Reunião de Oração é, após a Santa
Missa, a principal fonte de abastecimento espiritual para todos os servos e, portanto, do intercessor também.
Por isso, o intercessor deve estar livre para participar da Reunião de Oração. O ideal é que o intercessor não
esteja preocupado em interceder neste momento, porque esta postura não o permitirá manter total atenção na
Reunião de Oração. A intercessão para a Reunião de Oração deve acontecer durante a semana, na reunião de
intercessão e durante os demais dias através da oração pessoal do intercessor.

4. O intercessor pode receber pessoas para prestar atendimento de oração durante a intercessão?
Durante a intercessão o intercessor deverá seguir a sequência da reunião de intercessão e nesta sequência não
está previsto o atendimento de oração que deverá ser prestado pelo Ministério de Oração por Cura e
Libertação, que possui formação para isto. O ofício do intercessor é interceder e Interceder é colocar-se no
lugar de alguém; é se interpor; é mediar-se; é atuar no lugar de outro; significa representar alguém clamando
por ele junto a Deus. Interceder é investir horas na presença de Deus em fervorosa oração, em prol de alguém
ou de alguma causa. Intercessão é um combate travado contra o inimigo para resgatar almas para Jesus; é
trazer à luz filhos espirituais. Portanto, interceder é estar entre Deus e os homens por uma causa e isso
significa abrir guerra frontal contra satanás. Desta forma não é recomendável o atendimento individual de
oração por pessoas durante a intercessão no Grupo de Oração ou em eventos da RCC.

5. Como proceder com a caixinha de pedidos de oração?
Ao orar pelas intenções da caixinha, deve-se deixar o Espírito Santo inspirar a oração, pedindo dons de
revelação impondo-se as mãos sobre a caixinha, e nunca ler os pedidos. Após um período os papeis da
caixinha devem ser queimados e, para isso, uma celebração com a participação das pessoas que frequentam a
Reunião de Oração poderia ser preparada especialmente para este fim. Para manter o sigilo dos pedidos devese
providenciar uma forma de lacrar a caixinha e a mesma deve ser guardada em lugar seguro na igreja ou na
casa de algum intercessor escolhido pelo coordenador do Grupo de Oração. A caixinha deve sempre estar
disponível em local bem visível na Reunião de Oração para que as pessoas depositem suas intenções. É
importante que a caixinha seja levada em todas as reuniões de intercessão e o quanto possível na celebração
das Santas Missas depositando-a próximo ao altar com a permissão prévia do pároco.

6. O que fazer quando o intercessor não participa com regularidade da intercessão ou do Grupo de
Oração?
É imprescindível a presença do intercessor nas reuniões do Grupo de Oração, tanto quanto no dia da reunião
da intercessão. O dia e a hora do grupo de intercessão devem ser respeitados e levados a sério. A intercessão é
um ministério que deve ser exercido no dia-a-dia do intercessor, a pessoa continua a interceder mesmo fora
das reuniões, em sua vida diária, em meio aos afazeres (podemos orar em línguas no nosso íntimo bem como a
oração do nome de Jesus). Se uma pessoa, mesmo sendo boa intercessora, tem dificuldades em frequentar a
reunião do Grupo de Oração e a reunião da intercessão, ela não deve atuar no Ministério de Intercessão.
Naturalmente que doenças, viagens, prioridades de estado (família, estudos etc.) fazem parte da vida dos
intercessores, acarretando por vezes ausências que não podem ser vistas como infidelidade à aliança. Contudo,
se se fizer necessária uma ausência prolongada, o intercessor deverá pedir licença da equipe. Nesses casos é
importante buscar auxílio para o discernimento tanto para o afastamento quanto para o retorno.

7. Quantas pessoas devem fazer parte da equipe de intercessão?
A quantidade de intercessores em uma equipe de intercessão deve ser o suficiente para que seja possível evitar
que eventuais desfalques da equipe impeçam que haja a reunião. Recomendamos que a equipe seja formada
com no mínimo seis e no máximo 12 intercessores. No entanto, se um Grupo de Oração que ainda não possui
um número de servos suficiente, a equipe poderá ser formada com um número inferior a seis intercessores,
porém, é necessário que se procure formas de aumentar o número de servos no Grupo de Oração a fim de que
a equipe de intercessão seja formada ao menos com o número mínimo de intercessores sugerido.

8. Intercessoras gestantes podem participar da intercessão?
Não há qualquer impedimento para que mulheres grávidas participem das reuniões de intercessão desde
que não haja restrições de saúde ou recomendações médicas, no entanto, esta decisão deverá ser
exclusivamente dela.

9. Quem deve interceder em eventos que o Grupo de Oração organiza?
Em eventos organizados pelo Grupo de Oração a intercessão dever ficar a cargo dos intercessores deste
mesmo Grupo de Oração. Porém, se a coordenação do Grupo definir que todos os servos devem participar
do evento então, deve-se solicitar à coordenação diocesana do Ministério de Intercessão para enviar
intercessores de outros Grupos de Oração para interceder nos dias do evento. A regra para este caso é a
mesma que se deve aplicar para os eventos promovidos pela diocese, ou seja, para eventos com duração de
até dois dias, apenas uma equipe de intercessores deve ser escalada.

10. Quem escolhe o tema da Reunião de Oração?
Não é função do Ministério de Intercessão discernir o tema da Reunião de Oração ou de qualquer outro
evento organizado pelo Grupo de Oração. Esta função é do Núcleo de Serviço do Grupo de Oração. Cabe aos
intercessores interceder pelo que foi discernido no Núcleo de Serviço.

Considerações finais:
Sabemos que nem todas as situações foram aqui abordadas e poderão ocorrer ou estão ocorrendo na equipe.
Por isso, orientamos que os intercessores peçam na oração o auxílio do Espírito Santo e procurem, juntamente
com a coordenação do Grupo de Oração, resolver os conflitos com discernimento e caridade, buscando
sempre a melhor solução.
Que Nossa Senhora, a primeira intercessora, nos ajude no cumprimento do nosso ministério.
Núcleo Nacional do Ministério de Intercessão

INTENÇÕES PARA ESTE MÊS

1. Para que cesse a violência no Brasil e no mundo.

2. Por todas as famílias desabrigadas devido aos alagamentos ocorridos recentemente nos estados do Acre e de Rondônia.

3. Pelos encontros nacionais promovidos pela RCCBRSIL:

a) Encontro Nacional dos Ministérios de Promoção Humana e Fé e Política, 01-03/05/15.

b) Encontro Nacional do Ministério de Formação, 15-17/05/15

c) Encontro Nacional de Comunicadores de Grupo de Oração, 03-05/07/15.

d) Encontro Nacional do Ministério para as Famílias, 10-12/07/15. 4. Pela unidade entre todos os membros da RCC do Brasil.

5. Pela Reunião de Oração do seu Grupo de Oração (pelo pregador, dirigente, músicos e demais servos e pelas pessoas que participam da Reunião de Oração).

6. Pelos Grupos de Oração na sua Diocese, no seu Estado e no Brasil.

7. Pelos Ministérios da RCC no seu Grupo de Oração, Diocese, Estado e no Brasil.

8. Pelas necessidades espirituais e financeiras dos escritórios diocesano, estadual e nacional da RCC.

9. Pelos projetos da RCC na Diocese, no Estado, no Brasil na América Latina e no Mundo.

10. Pelos eventos de evangelização da RCC no seu Grupo de Oração, na sua Diocese, no seu Estado e no Brasil.

11. Pela Reunião dos Conselhos Diocesano, Estadual e Nacional neste ano.

12. Pelas coordenações do seu Grupo de Oração, da RCC na sua Diocese, no seu Estado e no Brasil (Coordenadora Nacional: Katia Roldi Zavaris e sua família).

13. Pela Santa Igreja, pelo Santo Padre, o Papa Francisco, pelo seu Bispo diocesano, pelos Sacerdotes, Diáconos, Religiosos e Religiosas e pelos Seminaristas.

14. Pelas casas de missão da RCCBRASIL e pelos missionários e missionárias.

15. Pela construção da Sede Nacional da RCC do Brasil e pelos seus colaboradores.

16. Para que todos os membros da RCC do Brasil se abram para a moção da Reconstrução.

LEIA MAIS

Encontro Estadual do Ministério de Intercessão

ATENÇÃO INTERCESSORES

Se aproxima o Encontro Estadual para Intercessores nos dias 24 e 25 de Agosto, com a presença do Coordenador Nacional do Ministério de Intercessão, LUÍS CÉSAR.

O encontro é para todos os intercessores de Grupo de Oração e sua presença é muito importante para esclarecimento, pastoreio e unidade do ministério em cada diocese.

 

LOCAL : Casa de Oração Frei Jordão Mai
ENDEREÇO: Rua dos Contabilistas 177 – Posse  – Nova Iguaçu – RJ          Tel: (21) 3102-1417
Diocese de Nova Iguaçu
VALOR: R$ 80,00 ( inclusos:  inscrição, alimentação e local para dormir)
OBS: trazer colchonete e roupa de cama.
Qualquer dúvida liguem : (21)-7643-8951
                                                       (21) 8009-0695
Estamos Unidos em Oração para que haja uma verdadeira reconstrução.
 Vamos! Reconstruamos ( Ne 2,18 )
E esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé – ( I Jo 5,4b )
Joelson  Jesus
Ministério de Intercessão na RCC/RJ

 

 

 

 

 

 

LEIA MAIS

Rumo a JMJ, vigilantes na oração!

Graça e Paz queridos irmãos

 

Estamos aqui para relembrar mais uma vez as ações de oração para este tempo.

É importante que não caia no esquecimento o direcionamento que o Senhor nos dá através dos projetos. Projetos estes que nasceram no coração de Deus e foram inspirados no coração de seus filhos depois de momentos de muita oração e escuta.

Portanto sejamos obedientes à Voz do Senhor para que colhamos os frutos desse Tempo Bom!

  • Hoje dia 12, é dia de Mobilização Estadual de Oração. Onde rezamos por toda a RCCRJ, toda a liderança, seus servos e principalmente pelas intenções da JMJ.
  •  Amanhã, dia 13/07, é dia da Vigília Estadual do Projeto Reedificando as Cidades. Onde todas as Dioceses do Nosso Estado são convocadas das 22h00 ás 06h00 a estarem em Vigília de Oração para que haja uma verdadeira reconstrução espiritual em nosso Estado e nosso País.

Diante dos fatos que temos vistos nos noticiários e conscientes do Grande Evento que nosso Estado sediará, a JMJ, somos levados neste tempo a entrarmos na brecha a partir da oração para juntos e unidos sustentarmos o nosso povo na oração, resguardando toda a cidade e o Estado contra as investidas do mal. Portanto não fiquemos de fora!

“Estai certos de que o Senhor vos ouvirá se perseverardes jejuando e orando em sua presença. Lembrai-vos de Moisés, servo do Senhor:  Amalec  que  confiava em sua força, em seu poder, em seu exército, em seus escudos, em seus carros e cavaleiros , foi derrotado por ele, não com a força das armas, mas com o poder da Santa Oração “– (Jud 4,12-13)

Diana Rocha

(Ministério de Intercessão/Valença)

LEIA MAIS

Rede de Intercessão – Julho/2013

Intercessão pela Jornada Mundial da Juventude

Neste mês de julho, a Igreja do Brasil receberá peregrinos de todo o mundo para celebrar juntamente com o Papa Francisco, a Jornada Mundial da Juventude. Por isso, queremos convocar todos os intercessores do Brasil a se unirem em oração pelo Papa, pelos participantes, pelas equipes de serviço e pela diocese do Rio de Janeiro que sediará este importante evento.
Vamos orar para que tudo aconteça de acordo com a vontade do Senhor e vamos pedir a Nossa Senhora para que abençoe e proteja a todos.
Durante a semana que acontecerá a Jornada Mundial da Juventude, o Conselho Nacional se reunirá na cidade do Rio de Janeiro para discernir e planejar os próximos passos da RCC no Brasil. Vamos também orar por esta reunião e pedir ao Espírito Santo que ilumine os membros do Conselho Nacional.
Histórico da Jornada Mundial da Juventude
Tudo começou com um encontro promovido pelo Papa João Paulo II, em 1984. Foi um encontro de amor, sonhado por Deus e abraçado pelos jovens. Vozes que precisavam ser ouvidas e um coração pronto para acolhê-las.
A Jornada Mundial da Juventude (JMJ), como foi denominada a partir de 1985, continua a mostrar ao mundo o testemunho de uma fé viva e transformadora e a mostrar o rosto de Cristo em cada jovem.
São eles, os jovens, os protagonistas desse grande encontro de fé, esperança e unidade. A JMJ tem como objetivo principal dar a conhecer a todos os jovens do mundo a mensagem de Cristo, mas é verdade também que, através deles, o ‘rosto’ jovem de Cristo se mostra ao mundo.
A JMJ, se realiza anualmente nas dioceses de todo o mundo, prevê a cada 2 ou 3 anos um encontro internacional dos jovens com o Papa, que dura aproximadamente uma semana. A última edição internacional foi realizada em agosto de 2011, na cidade de Madri, na Espanha, e reuniu mais de 190 países.
A XXVIII Jornada Mundial da Juventude será realizada de 23 a 28 de julho de 2013 na cidade do Rio de Janeiro e tem como lema “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt 28, 19).
As Jornadas têm sua origem em grandes encontros com os jovens celebrados pelo Papa João Paulo II, em Roma. O Encontro Internacional da Juventude, por ocasião do Ano Santo da Redenção aconteceu em 1984, na Praça São Pedro, no Vaticano. Foi lá que o Papa entregou aos jovens a Cruz que se tornaria um dos principais símbolos da JMJ, conhecida como a Cruz da Jornada.
O ano seguinte, 1985, foi declarado pelas Nações Unidas, o Ano Internacional da Juventude. Em março houve outro encontro internacional de jovens no Vaticano e no mesmo ano o Papa anunciou a instituição da Jornada Mundial da Juventude.
A primeira JMJ foi diocesana, em Roma, no ano de 1986. Seguiram-se os encontros mundiais: em Buenos Aires/Argentina (1987) com a participação de 1 milhão de jovens; Santiago de Compostela/Espanha (1989) 600 mil jovens; Czestochowa/Polônia (1991) com 1,5 milhão participantes; Denver/Estados Unidos (1993) com 500 mil jovens; Manila/Filipinas |(1995)  com o recorde de públicos em Jornadas, 4 milhões de jovens;  Paris/França (1997) com 1 milhão de jovens; Roma/Itália (2000)  2 milhões de jovens,  Toronto/Canadá (2002) público de 800 mil jovens; Colônia/Alemanha (2005) com 1 milhão de presentes; Sidney/Austrália (2008) 500 mil pessoas; e Madri/Espanha (2011) com 2 milhões de jovens.
Além do fato de estar em outro país, com seus encantos turísticos, a participação na Jornada requer um corpo preparado para a peregrinação e um coração aberto para as maravilhas que Deus tem reservado para cada um. São catequeses, testemunhos, partilhas, exemplos de amor ao próximo e à Igreja, festivais de música e atividades culturais. Enfim, um encontro de corações que creem e são movidos pela mesma esperança de que a fraternidade na diversidade é possível.

Fonte: JMJ Rio2013

INTENÇÕES PARA ESTE MÊS:

1.    Pela Reunião do Conselho Nacional que acontecerá neste mês de julho no Rio de Janeiro.
2.    Pela Jornada Mundial da Juventude no Brasil, Pelo Santo Padre o Papa Francisco, pelas equipes de serviço da JMJ, pelos participantes e pela diocese do Rio de Janeiro que sediará.
3.    Pela Reunião de Oração do seu Grupo de Oração (pelo pregador, dirigente, músicos e demais servos e pelas pessoas que participam da Reunião de Oração).
4.    Pelos Grupos de Oração na sua diocese, no seu estado e no Brasil.
5.    Pelos ministérios da RCC no seu Grupo de Oração, na sua diocese, no seu estado e no Brasil.
6.    Pelas necessidades espirituais e financeiras dos escritórios diocesano, estadual e nacional da RCC.
7.    Pelos projetos da RCC na diocese, no estado, no Brasil, na América Latina e no Mundo.
8.    Pelos eventos de evangelização da RCC no seu Grupo de Oração, na sua diocese, no seu estado e no Brasil.
9.    Pela Reunião dos Conselhos Diocesano, Estadual e Nacional que acontecerão durante este ano.
10.    Pelas coordenações do seu Grupo de Oração, da RCC na sua diocese, no seu estado e no Brasil (Coord. Nacional: Katia Roldi Zavaris e sua família).
11.    Pela Santa Igreja, pelo Santo Padre o Papa Francisco, pelo nosso Bispo diocesano, pelos sacerdotes, pelos diáconos, pelos religiosos e religiosas e pelos seminaristas.
12.    Pelas Casas de Missão da RCCBRASIL.
13.    Pela construção da Sede Nacional da RCC do Brasil e pelos seus colaboradores.
14.    Para que todos os membros da RCC do Brasil se abram à moção da Reconstrução.

Núcleo Nacional do Ministério Intercessão

Joelson Jesus

(Ministério de Intercessão RCC/RJ)

LEIA MAIS